terça-feira, julho 19, 2011

Uma Louca Tempestade

Composição: Totonho Villeroy e Bebeto Alves
 
Eu quero uma lua plena
Eu quero sentir a noite
Eu quero olhar as luzes
Que teus olhos
Não me têm deixado ver
Agora eu vou viver...

Eu quero sair de manhã
Eu quero seguir a estrela
Eu quero sentir o vento pela pele
Um pensamento me fará
Uma louca tempestade...

Eu quero ser uma tarde gris
Quero que a chuva corra sobre o rio
O rio que por ruas corre em mim
As águas que me querem levar tão longe
Tão longe que me façam esquecer
De ti...


3 comentários:

  1. "Eu quero olhar as luzes
    Que teus olhos
    Não me têm deixado ver"

    Lei da compensação.

    Só pode.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. "A amizade consegue ser tão complexa...
    Deixa uns desanimados, outros bem felizes...
    É a alimentação dos fracos
    É o reino dos fortes

    Faz-nos cometer erros
    Os fracos deixam se ir abaixo
    Os fortes erguem sempre a cabeça
    os assim assim assumem-os

    Sem pensar conquistamos
    O mundo geral
    e construimos o nosso pequeno lugar
    deixando brilhar cada estrelinha

    Estrelinhas...
    Doces, sensiveis, frias, ternurentas...
    Mas sempre presentes em qualquer parte
    Os donos da Amizade..."

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderExcluir
  3. O blog tem sua magia
    Engraçado, não sei praticamente muito
    sobre você, mas a cada comentário
    feito é lembrado no que escrevo.

    Tem momentos que na minha vida
    você entra e por momentos me lembro
    poxa você deixou um recadinho que legal
    Ai eu fico feliz
    Um momento de felicidade proporcionado
    por ti

    Que bom essa blogsfera, sempre tento ser
    verdadeiro da melhor forma possível
    adoros meus seguidores
    E mesmo amigo virtual, eu lembro de você.
    E como lembro amigo.

    Que essa nossa convivência continue por
    muito tempo.
    Já nem me dei conta, mas já faz 2 anos
    de "O guia de como viver bem" navega por mares
    ás vezes o vento é fraco e é forte.
    mas o barco sempre caminha.
    rrsrsrss...
    E graças a vocês.

    Amo todos vocês amigos.
    (...)

    ResponderExcluir