segunda-feira, fevereiro 27, 2012

Juntando os pedaços


A gente percebe que ta evoluindo quando reage de uma forma diferente diante dos mesmos aborrecimentos. Se eles não mudam, mudo eu, então, a forma como os vejo. Não é fácil, mas é saudável. Descobri que a maior batalha da vida é a que travamos contra nós mesmos e nossas neuroses!!! Essa sim é uma batalha difícil... mas não é impossível de vencer!


"Enxugue esse rosto, 
levante a cabeça 
e volte a lutar!"

domingo, fevereiro 26, 2012

Cegueira opcional

Todos querem um amor lindo e perfeito. Mas amar tem que ser uma coisa boa, algo que nos deixa nas nuvens de tanta alegria. Tornar-se vítima desse amor é o que eu chamo de cegueira opcional. Se vc é uma pessoa que prefere mascarar a situação idealizando um relacionamento indefectível, vai acabar sofrendo uma grande desilusão e lá no final vou te dizer: "foste cega pq quis, os sinais estavam ali, bastava prestar atenção."


 Abra os olhos menina. Não se deixe enganar. 
Príncipe encantado não existe. 
Tua mocidade não te deixa enxergar,
mas enquanto eu estiver viva, vou te alertar.

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

Ame Aquele Amor


Amor, palavra tão curta de significado tão grande. Sentimento tão simples de proporções complexas. Como entendê-lo? Esquece. Nunca o entenderemos. Sintamos. É melhor e mais certo. Pedimos por amor. Procuramos por amor. Imploramos por amor, e quando o achamos ficamos feito bobos sem saber o que fazer dele e com ele, o amor. E aí? Saia dizendo tudo que quero, enfio o pé no acelerador, mergulho nessa piscina de emoções; tiro os pés no chão e vivo sem pensar no amanhã, ou me mantenho na minha pra ver o que acontece? Quem sabe? Eu? Você? Eles? Quem? Acho que ninguém. Cada um ama de um jeito e de uma forma diferente. Um amor, o amor, nunca é igual, nem nunca será. Graças a Deus!

Penso que o amor é simples. É o que é. Somente amor. Penso que o amor não é um menininho tímido, nem um cafajeste ousado. Ele é apenas o que deve ser, amor. E como entendê-lo ou deixá-lo ir, quando chega a hora dele ir? Meu Deus! Como? E o meu coração? E os meus sentimentos? Quem pensa em mim? Porque o amor é tão ruim? Porque ele faz isso comigo? Eu preciso dele! Eu não vivo sem ele! Eu vou prendê-lo! Nesse momento é como se todos os anjos gritassem em coro: - "Nããããããããoooo..." pois sabem que prender um amor, é o mesmo que torturá-lo diariamente com doses de esperança que não existem e não cabem mais ali entre duas pessoas.

Alguns choram. Outros bebem. Muitos desejam morrer. Mas será que vale mesmo a pena? Quantos tombos? Quantos tropeços? Quantos erros? Quanto levamos na cara durante a vida pra aprender a viver o hoje sem se prender ao passado e sem se preocupar com o futuro? Me diz, quantos? Muitos? Inúmeros? Milhares? Sei lá. Mas o amor sabe, ele sempre sabe. O coração sempre sabe o que a cabeça confunde. Nós é que somos eternas crianças perdidas nesse playground enorme chamado amor. Mas peraí! Com amor não se brinca! Claro que se brinca. Se não brincarmos com o amor. Não jogarmos com o amor, como aprenderemos como lidar com o amor? Levar o amor sério? Tô fora! Vou mais é brincar! Vou mais é me divertir, vou mais é... Ih, meu coração tá estranho... Aquele alguém não me sai da cabeça, é... Ih, olha lá o amor dando as caras de novo!

E assim a vida segue. Um amor precisa ir pra que outro chegue. Um amor precisa ser livre pra que possamos voltar a respirar. Sufocar o coração com tristezas, angústias, mágoas e encharcá-lo com nossas lágrimas porque perdemos um amor não vai fazer com que aprendamos a lidar e a viver o amor, um amor, ou quem sabe um grande amor. Vai nos limitar a sofrer por amor. Somente isso. Sofrer por amor. Quando você está com uma pessoa você sofre por ela ou você simplesmente a ama? Então que amemos o amor. Amemos amar a forma como o amor nos é apresentado. As diferentes e inúmeras formas que ele nos chega. E por fim, aprendamos a dizer adeus quando ele decide partir. Mas Deus! Como isso é difícil! E quem foi que disse que seria fácil, deve dizer Deus de algum lugar desse mundo. É, quem disse?

Se precisamos libertar um amor, pra que outro no tempo certo, sem pressa e sem atropelos chegue novamente em nossas vidas, isso não seria injusto? Isso não seria sujo? Não seria imoral? Não. Não seria e não é nada disso. Pois até que um outro amor bata a nossa porta e aos poucos vá se mostrando e mostrando a que veio; outro amor está ali aos nossos pés, implorando, suplicando pra que seja vivido e nós tão presos no nosso egoísmo infantil esquecemos dele, nem ligamos pra ele. Ele nos manda flores. Nos rouba sorrisos. É super atencioso. Nos entende. Nos conhece. E principalmente nos ama incondicionalmente. Mas nós, ah, nós nem ligamos pra ele. Ele não ajuda em nada, é o que pensamos. Mas na verdade, ele só tenta nos mostrar que sem viver esse amor, outro não pode ser vivido com maturidade, certeza e intensidade. Então ele continua ali, lá, nos cercando, implorando pra ser visto. Suplicando pra ser amado; e nós... Bom, continuamos sofrendo pelo amor que foi, e nos esquecemos de viver o amor que mais importa nessa vida, o amor próprio.

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

NÃO VIVO SEM MÚSICA!

♫ ♥ ♪


Ouço música o tempo todo, em todos os lugares, até no banheiro... O dia que eu parar de ouvir com certeza é porque morri!!! E olhe lá.. "si pá" ficarei perambulando por aí atrás de um bom som.


Quando não "to" no Youtube, "to" no Som13.

terça-feira, fevereiro 21, 2012

Imagens que dizem muito!


A mulher madura de hoje é assim!! Um ser pensante no meio do mar em fúria... uma criatura rara em meio a tanta gente comum e repetitiva. Um espírito em evolução constante que necessita gritar ao mundo as coisas que aprendeu!

segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Ensina-me Senhor!

Perdoar não é a tarefa mais fácil do mundo. 
To pra te dizer que é a mais difícil, isso sim.

 É preciso muita força e muita fé!


Então eu rezo fervorosamente e peço ajuda, 
pq sozinha sei que não vou conseguir:

"Ensina-me a perdoar Senhor, 
mostre-me o caminho da felicidade!"

Amém!

quinta-feira, fevereiro 16, 2012

Querem meu sangue!




Dizem que guardam bom lugar pra mim no céu
Logo que eu for pro beleléu.
A minha vida só eu sei como guiar
Pois ninguém vai me ouvir se eu chorar.
Mas enquanto o sol puder arder
Não vou querer meus olhos escurecer

Pois se eles querem meu sangue
Verão o meu sangue só no fim.
E se eles querem meu corpo
Só se eu estiver morto, só assim.

Meus inimigos tentam sempre me ver mal,
Mas minha força é como o fogo do Sol.
Pois quando pensam que eu já estou vencido
É que meu ódio não conhece o perigo.
Mas enquanto o Sol puder brilhar
Eu vou querer a minha chance de olhar.

Pois se eles querem meu sangue
Verão o meu sangue só no fim.
E se eles querem meu corpo
Só se eu estiver morto, só assim.

E eu vou lutar pra ter as coisas que eu desejo.
Não sei do medo, amor, pra mim não tem preço
Serei mais livre quando não for mais que osso,
Do que vivendo com a corda no pescoço.
Mas enquanto o Sol no céu estiver
Eu vou fechar meus olhos quando quiser.

Pois se eles querem meu sangue
Verão o meu sangue só no fim.
E se eles querem meu corpo
Só se eu estiver morto, só assim.

Composição : Jimmy Cliff - Versão: Nando Reis

terça-feira, fevereiro 14, 2012

Zona de conforto

- E aí Adri, como vai o coração?
- Duro feito gelo seco.
- Cruzes, gelo seco queima... mas pq?
- Aff, ja te contei a história.
- Sim... me lembrei... mas Adri...
- "mas Adri" nada! Quero que o amor se foda!!! Cansei de tudo que envolve sentimento.. homens são falsos, egoístas e mentirosos.. as mulheres tbm! O mundo ta todo errado e eu ando cansada de tentar enxergar o bem nas coisas. Não perdi a minha fé, mas não vou fazer mais nada... vou ficar na ZONA DE CONFORTO e pronto! Ninguém vai conseguir me tirar daqui, e se tentar vai levar porrada!!!





Me deixa morrer aqui!

segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Irresponsabilidade


O indivíduo que não aceita a responsabilidade por seus atos e,
constantemente, cria álibis e recorre a dissimulações,
culpando os outros, é denominado imaturo.
(Livro: As Dores da Alma)

domingo, fevereiro 12, 2012

Decepção!


Primeiro vem a raiva, o ódio, a vontade de matar e de morrer! Depois aquilo tudo enfraquece e fica só a tristeza, a angústia, a única verdade: a certeza de que isso só acontece porque ainda permito.


Um dia eu aprendo!

sexta-feira, fevereiro 10, 2012

segunda-feira, fevereiro 06, 2012

sábado, fevereiro 04, 2012

Sou coruja?


 ♫ A lua quando te viu se escondeu 
atrás de uma nuvem lá no céu...
Tanta beleza assim é covardia!
Os peixes que nadavam pelo mar 
vieram para ver você passar...
Até o sol veio lhe dar bom dia!
E o céu ficou mais azul
quando viu você chegar... ♫

sexta-feira, fevereiro 03, 2012

País de merda hein ô!

"Justiça proíbe a venda de DVD de Rafinha Bastos"


Tanta coisa pra se preocupar nesse país, tanta gente pra ajudar, tanta merda pra limpar e o povo só pensando em ganhar dinheiro às custas dos humoristas, que nada fazem além de nos trazer alegria pra que esqueçamos o quanto a justiça desse país é pôdre!!!!

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Libertando-me



Será que to aprendendo a lidar com isso? Não sei.
Só sei que dessa vez foi diferente.
Senti um misto de angústia,
liberdade e alívio.