quarta-feira, abril 13, 2011

É tudo tão simples!

Basta parar de representar. Não vale a pena viver fingindo sentir o que não sente. Chega uma hora em que o tal personagem sai do nosso controle e passa a tomar nosso espaço de tal forma que não sabemos mais quem somos... onde estamos... e como fazemos pra voltar.

Faz um tempo que decidi jogar as máscaras fora e assumir quem sou. Até agora não tive arrependimentos, pelo contrário, minha consciência diz que devo seguir assim. Não se pode confundir orgulho com determinação... decidi que algumas coisas não acrescentam em nada, portanto as eliminei do meu cotidiano... outras são indispensáveis... então sigo cultivando. A vida é assim... uma eterna busca do bem estar da alma!

5 comentários:

  1. Uhun, a gente faz escolhas o tempo todo e é tão bom quando percebemos que acertamos, né?

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. somso regidos pro ciclos e começar outros só depende da gente...



    =)

    ResponderExcluir